sábado, 27 de agosto de 2016

Temos que ter equilíbrio para não cairmos nas provocações dos petistas, diz Agripino sobre sessão do impeachment  

O presidente nacional do Democratas, José Agripino (RN), acusou os petistas de provocarem o Senado Federal a fim de, a todo custo, tentarem procrastinar a etapa final do processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff. Após uma manhã tumultuada e de ânimos exaltados na Casa, o senador pelo Rio Grande do Norte disse que é imprescindível que a Casa mantenha o equilíbrio e não caia nas provocações dos petistas.

 

“É preciso que tenhamos a consciência de que ‘o jogo já está jogado’ e que, por isso, não devemos cair nas provocações que os petistas e aliados fazem”, destacou.  Agripino afirmou ainda que, devido à gravação de um documentário que contará a história do impeachment, os aliados de Dilma Rousseff estão atuando de forma a tentarem convencer de que o afastamento é um “golpe”, tese refutada desde o início pelo presidente nacional do DEM.

 

“Os petistas estão com script bem desenhado, atores adestrados, buscando, pela provação, a criação de fatos novos a fim de mudarem o curso do julgamento, o que não vão conseguir”, frisou. “Eles querem, a todo custo, captar algum momento que possa defender Dilma no futuro, o que até agora não aconteceu”, continuou.

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Fátima pede soluções para as dívidas dos estados do Nordeste

senadora Fátima Bezerra cobrou, nesta terça-feira, no Plenário, que o presidente interino, Michel Temer, tome medidas urgentes para resolver a questão das dívidas dos estados da regiões Norte e Nordeste do país. Os governadores pedem que seja editada uma medida provisória, a exemplo do que aconteceu com o Rio de Janeiro. Eles reivindicam um repasse de R$ 7 bilhões, como uma forma de compensação ao acordo da dívida dos Estados com a União.

Para Fátima, o governo federal não pode beneficiar apenas um estado. “Não pode ter dois pesos e duas medidas. Para os estados tidos como ricos, o Governo abre as portas do cofre, e trata os Estados do Nordeste dessa maneira. Isso não é justo! Nós lutaremos até o fim para que nenhum projeto de renegociação de dívidas seja aprovado tratando o Nordeste e o Norte com desprezo e com desrespeito”, disse.

Agripino critica carta de Dilma aos brasileiros e diz que gesto é “pura apelação”

O presidente nacional do Democratas, José Agripino (RN), considerou a carta de Dilma Rousseff ao Senado e aos brasileiros, divulgada nesta terça-feira (16), um gesto de “pura apelação” e de quem joga no “quanto pior, melhor”. “Considero pura apelação o gesto da presidente afastada. É inconstitucional e derrotista. Quando a Câmara dos Deputados aprovou a autorização da abertura do processo de afastamento, Dilma poderia ter anunciado essa proposta de plebiscito com compromisso de renúncia imediata. Aí, sim, haveria sinceridade por parte dela.  Agora, com o impeachment praticamente aprovado, essa proposta soa apelação e não tem base constitucional. Parece atitude de quem, derrotada, joga evidentemente no 'quanto pior, melhor”, frisou o parlamentar pelo RN.  

 

A carta divulgada pela presidente afastada foi escrita ao longo das últimas semanas com contribuições de alguns dos principais conselheiros políticos da petista, como o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e os ex-ministros Ricardo Berzoini, Jaques Wagner e José Eduardo Cardozo.

 

Dilma Rousseff convocou a imprensa para ler o manifesto de quatro páginas e não abriu espaço para perguntas. O principal objetivo da mensagem da petista é tentar obter o apoio, no julgamento final do processo impeachment, de senadores que ainda estão indecisos. O julgamento de cinco dias terá início em 25 de agosto.

Agripino critica carta de Dilma aos brasileiros e diz que gesto é “pura apelação”

O presidente nacional do Democratas, José Agripino (RN), considerou a carta de Dilma Rousseff ao Senado e aos brasileiros, divulgada nesta terça-feira (16), um gesto de “pura apelação” e de quem joga no “quanto pior, melhor”. “Considero pura apelação o gesto da presidente afastada. É inconstitucional e derrotista. Quando a Câmara dos Deputados aprovou a autorização da abertura do processo de afastamento, Dilma poderia ter anunciado essa proposta de plebiscito com compromisso de renúncia imediata. Aí, sim, haveria sinceridade por parte dela.  Agora, com o impeachment praticamente aprovado, essa proposta soa apelação e não tem base constitucional. Parece atitude de quem, derrotada, joga evidentemente no 'quanto pior, melhor”, frisou o parlamentar pelo RN.  

 

A carta divulgada pela presidente afastada foi escrita ao longo das últimas semanas com contribuições de alguns dos principais conselheiros políticos da petista, como o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e os ex-ministros Ricardo Berzoini, Jaques Wagner e José Eduardo Cardozo.

 

Dilma Rousseff convocou a imprensa para ler o manifesto de quatro páginas e não abriu espaço para perguntas. O principal objetivo da mensagem da petista é tentar obter o apoio, no julgamento final do processo impeachment, de senadores que ainda estão indecisos. O julgamento de cinco dias terá início em 25 de agosto.

sábado, 13 de agosto de 2016

Em Montevidéu, Fátima diz que postura do governo interino enfraquece Mercosul  

O Parlamento do Mercosul (Parlasul) se reuniu nesta sexta-feira (12) para a XL Sessão Ordinária em Montevidéu, Uruguai. Durante entrevista à TV Parlasul, a senadora Fátima Bezerra (PT-RN) comentou a posição do ministro interino das Relações Exteriores, José Serra, de articulador para que a Vezenuela não assuma a presidência do bloco.

A senadora explicou que impedir que a Venezuela assuma a presidência do Mercosul viola o Tratado de Assunção (Art.12) e o Protocolo de Ouro Preto, que estabelecem a rotatividade na presidência a cada seis meses.

“Essa medida só faz agravar o problema e ainda por cima enfraquece o Mercosul, pois é pela via do diálogo que se deve buscar solucionar o impasse”, comentou, ao ressaltar que é “um desserviço ao Brasil e à América Latina essa posição do  ministro biônico José Serra” e que traria prejuízos econômicos aos países envolvidos.

A senadora potiguar comentou ainda que espera que se consolide a proposta da mesa diretora do Parlasul de criar um "Grupo de Trabalho de Alto Nível" destinado a apontar alternativas concretas para superação do que chama “insustentável impasse político do Mercosul”.

No sábado (13) pela manhã, as Comissões Permanentes do Parlasul se reunirão para retomada dos trabalhos com uma ampla agenda. Também se reunirá a Mesa Diretora do Parlasul.

Em palestra para empresários de Curitiba, Rogério defende modernização da lei trabalhista  

O deputado federal Rogério Marinho (PSDB) cumpriu extensa agenda nesta sexta-feira (12) na em Curitiba (PR). Presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Comércio, Serviços e Empreendedorismo (CSE), o tucano esteve na capital paranaense para, entre outros compromissos, fazer uma palestra destinada aos empresários da cidade, na Associação Comercial do Paraná (ACP). Em pauta: “a reforma trabalhista, o ajuste fiscal e o estado necessário”; temas que estão em discussão por parte da Frente CSE.

 

Na palestra, Rogério disse que a “modernização da lei trabalhista é fundamental. Estamos tratando de uma legislação da década de 30, consolidada em 1943. São mais de 70 anos. Nesse tempo, surgiram várias novas atividades que não estão previstas na lei”, disse. Ainda de acordo com o parlamentar, a “terceirização, por exemplo, é um fato. Existe em todos os lugares do mundo”.

 

Em outro trecho da palestra, o deputado afirmou que um dos grandes problemas do Brasil é o “corporativismo” de algumas atividades. “Entidades organizadas como castas dentro do serviço público que não abrem mão de nenhuma vantagem que possuem. O modelo político brasileiro faliu, a reforma política é necessária para aproximar o eleitor do seu representante. Mas esse não é o único problema”, completou.

 

Antes de participar do evento na ACP, Rogério Marinho esteve na manhã desta sexta-feira (12) na Assembleia Legislativa do Paraná, onde ocorreu um debate promovido pela Comissão Especial da Câmara que trata da nova Lei Geral do Futebol. Relator da matéria, o tucano destacou que a legislação vai “impactar diretamente no dia a dia dos clubes, dos jogadores e até dos torcedores”.

 

Já no final da tarde desta sexta, o deputado federal Rogério Marinho se reuniu com o Sindicato das Escolas Particulares do Paraná (Sinepe/PR), também em Curitiba. Na oportunidade, o parlamentar debateu com os representantes da categoria o projeto Escola Sem Partido, que tem como objetivo evitar a doutrinação ideológica em sala de aula, e a Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

 

Rogério Marinho é autor do projeto de lei que determina a aprovação por parte do Congresso Nacional do BNCC. O objetivo do deputado é exatamente evitar o uso da Base com viés ideológico. O deputado também apresentou outra proposta que está em tramitação na Câmara, que criminaliza o assédio ideológico no ensino.

Agripino apresentará projeto para que famílias assentadas tenham posse da terra

O senador José Agripino (RN), presidente nacional do Democratas, apresentará projeto de lei para que famílias assentadas há anos em terras do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) possam ter a titularidade da propriedade. Em viagem a municípios do Rio Grande do Norte, o parlamentar potiguar contou que viu uma série de famílias assentadas em terras produtoras de energia eólica, como n região do Mato Grande, mas que não têm a posse da terra. 

 

“Vi dezenas, para não dizer centenas de assentamentos. Lá estão instalados colonos, que têm um pedaço de terra delimitado, destinado a eles. Se tivessem o título da terra, eles teriam direito aos royalties e poderiam multiplicar em muito a perspectiva de produção de suas famílias”, frisou. 

Agripino garantiu que conversará nos próximos dias com o ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, para discutir o projeto. “Nada mais lógico e razoável do que dar a esses trabalhadores a titularidade da terra. Será um benefício aos pobres e necessitados para que eles possam melhorar a expectativa de futuro", destacou. 

Foto: Mariana Di Pietro 

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Fátima participa de debate sobre a redução da maioridade penal

Durante debate sobre a redução da maioridade penal, na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania, nesta quinta-feira (11), a senadora Fátima Bezerra solicitou que a coordenadora da Secretaria de Direitos Humanos do Ministério da Justiça, Flávia Piovesan, se empenhe em mudar o pensamento do governo interino e de seus representantes no Congresso Nacional, que defendem a redução. 

Para a senadora, apesar do posicionamento contrário da coordenadora da Secretaria de Direitos Humanos, o governo interino insiste na redução. “A senhora fez um pronunciamento claro e firme, mas faço um apelo para que convença o governo do qual faz parte para assumir a mesma posição. Digo isso porque a PEC que está em debate nesta Casa é de autoria do senador Aloysio Nunes, líder do governo, e tem como relator o senador Ricardo Ferraço, também integrante da base governista”, destacou.

Mais cedo, na audiência pública, Piovesan havia se posicionada contrariamente à redução da maioridade penal. “Digo não à redução da maioridade penal, porque nossos adolescentes não merecem como resposta serem confinados em prisões com adultos. Merecem mais escolas e menos prisões”, disse. 

Fátima também solicitou que Flavia Piovesan se posicione contrária a Proposta de Emenda à Constituição 241/2016, de autoria do governo interino, que visa a congelar os gastos sociais.

Imprensa nacional destaca reunião de Frente liderada por Rogério Marinho com ministros  

Os principais veículos de comunicação do país destacaram a reunião da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Comércio, Serviços e Empreendedorismo (CSE) com os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Henrique Meirelles (Fazenda). O encontro ocorreu na quarta-feira (10), em um restaurante de Brasília e foi comandado pelo deputado federal Rogério Marinho (PSDB), presidente da Frente CSE. Também estiveram presentes dezenas de parlamentares e representantes de entidades empresariais.

 

A revista Istoé publicou em seu portal que Meirelles afirmou, durante o encontro com os parlamentares, “que a crise brasileira foi gerada internamente, ao contrário das crises financeiras internacionais de 2008 e da crise da década de 30, com a quebra da bolsa de Nova Iorque. Para o ministro, no entanto, foi crucial fazer um diagnóstico correto, porque a confiança dos empresários e dos consumidores “caía sistematicamente até cerca de dois meses atrás”.

 

Segundo a Folha de SP, os ministros Padilha e Meirelles celebraram a aprovação por parte da câmara do projeto de renegociação da dívida dos Estados. "Para Meirelles, não houve perda de força da equipe econômica", disse o jornal. O Estadão e O Globo publicaram notícias semelhantes.

 

“Pela lei, se descumprido o teto, os estados perdem as prerrogativas previstas na renegociação de dívidas com o governo federal, tendo de voltar a pagá-las nos termos originais, mais onerosos. Segundo Meirelles, o governo não vai tentar alterar o texto no Congresso, uma vez que a situação está “bem equacionada” com a aprovação do teto”, informou O Globo.

 

“Em discurso num almoço com a Frente Parlamentar Mista em Defesa do Comércio, Serviços e Empreendedorismo, Padilha disse que além de formar um ‘dream team’ na área econômica, Temer montou um ‘ministério de notáveis’ que garante os votos no Congresso para o governo aprovar as medidas propostas”, acrescentou a agência internacional de notícias Reuters.

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Rogério Marinho lidera reunião da Frente CSE com ministros Padilha e Meirelles  

A Frente Parlamentar Mista em defesa do Comércio, Serviços e Empreendedorismo (CSE) se reuniu nesta quarta-feira (10) com os ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, e da Fazenda, Henrique Meirelles. Na pauta do encontro, realizado em um restaurante de Brasília, um debate em torno do ajuste fiscal proposto pelo governo e as reformas tributária e da Previdência.

 

A reunião foi liderada pelo deputado federal Rogério Marinho (PSDB), presidente da Frente CSE. “Nós entendemos que estamos passando por um momento ímpar na história do país. Este é o pior rendimento econômico da história do Brasil. Não é uma marolinha e afeta a sociedade brasileira em toda a sua estrutura”, disse o tucano, enfatizando que o colegiado se colocava à disposição para um esforço conjunto no sentido de “mudar a situação em que o país se encontra”.

 

O primeiro a falar foi o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha. “Estamos vivendo um momento decisivo para a organização estatal brasileira. O modelo de estado está falido. Não há como ficar de pé. O Estado tem uma musculatura muito grande e esqueceu de prestar serviços a sociedade. Há um grande aparato estatal, que esqueceu de ser prestador de serviço”, disse. Sobre o ajuste fiscal, Padilha afirmou que nunca houve nada parecido com esta proposta na história do país.

 

Já Meirelles, disse que o Brasil vive atualmente o pior momento da crise econômica, “quando a população sente diretamente os efeitos do problema”. O ministro ressaltou as palavras ditas por Rogério na abertura do encontro, enfatizando que esta é a pior situação vivida pelo país em toda a sua história.

 

“A nossa avaliação foi de que seria crucial passarmos uma mensagem muito forte de controle fiscal. Um governo que dirige um país tem que saber, em primeiro lugar, controlar as próprias contas. A partir daí ele pode administrar o país. O primeiro passo é oferecer esse controle”, disse Meirelles.

 

A reunião da Frente CSE contou com a presença de dezenas de parlamentares e de representantes das principais instituições representativas do setor no país, entre eles Fernando Yamada, da União Nacional de Entidades do Comércio e Serviços (Unecs).

Agripino adere campanha “Eu Acredito na Força do Paz” e ressalta importância da união do RN  

senador José Agripino (RN) aderiu nesta quarta-feira (10) à campanha “Eu Acredito na Força da Paz”, promovida pela Arquidiocese de Natal e pela Rádio Rural de Natal AM 1090. A mobilização funciona da seguinte forma: usuários das redes sociais são convidados a postarem, em seus perfis pessoais, uma foto que mostre a palma de sua mão com um coração pintado de branco. Todos devem utilizar a hashtag #EuAcreditoNaForçaDaPaz.

 

Para o presidente nacional do Democratas, ações como essa são imprescindíveis na tentativa de chamar a atenção da sociedade sobre a importância das ações de combate à violência. Alem disso, a campanha promove o sentimento de união em torno da melhoria da segurança pública em todos os níveis.“Toda campanha de conscientização e apoio às grandes causas tem seu valor. Enquanto legislador, tenho feito minha parte, criando projetos na área de segurança pública a fim de colaborar com o momento delicado que vive o RN. E, não somente como senador, mas como cidadão participo e aplaudo a iniciativa da Arquidiocese de Natal. Contem com meu apoio e com meu mandato, pois defendo a união de todos nesse momento”, destacou.

 

“Eu Acredito na Força da Paz”

 

A campanha será impulsionada durante o “II Evangelizar é Preciso Natal”, neste sábado (13), a partir das 12h, no Espaço João Paulo II, conhecido como Papódromo. O show contará com a presença do Padre Reginaldo Manzotti e artistas católicos locais, como Padre Nunes, Sandro Menezes, Léia e Sonia, entre outros. Às 16 horas, está prevista a celebração da missa a ser presidida pelo Arcebispo Dom Jaime Vieira Rocha.

 

O “II Evangelizar é Preciso Natal” faz parte das comemorações dos 25 anos da vinda do Papa João Paulo II à capital potiguar. A atividade também marca os 58 anos de história da Rádio Rural.

Agripino diz que resultado da votação pela continuidade do impeachment deve-se à consistência da acusação  

O presidente nacional do Democratas, José Agripino (RN), disse que a aprovação do relatório do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) favorável ao afastamento definitivo da presidente afastada Dilma Rousseff deve-se à consistência da acusação de que a petista praticou crime de responsabilidade. “Esse resultado traduz a consistência da acusação e a voz das ruas do Brasil”, frisou o parlamentar pelo Rio Grande do Norte.

 

Na madrugada desta quarta-feira (10), após 15 horas de sessão, o plenário do Senado aprovou, por 59 votos a favor e 21 contra, o prosseguimento do processo de impeachment de Dilma Rousseff. Eram necessários 41 votos. A partir de agora, a presidente afastada torna-se ré e seu julgamento final ocorrerá, provavelmente, a partir dos dias 25 ou 26 de agosto. Para aprovar a cassação de Dilma Rousseff, são necessários 54 votos no Senado.

 

José Agripino voltou a criticar argumentos usados pelo PT  e aliados de que o pedido de afastamento “trata-se de um golpe”. Não nos venham com essa história de golpe. Golpe é quando você tem avião voando, tanque na rua, baioneta exposta. O que tem aqui é a Constituição brasileira sendo seguida à risca. A todo momento, a Constituição é invocada, o regimento, solicitado”, ressaltou o presidente nacional do DEM.

 

Para o senador potiguar, não há dúvidas de que Dilma Rousseff cometeu crime de responsabilidade e que também descumpriu a Lei de Responsabilidade Fiscal. “Votei ‘sim’ pelo impeachment por razões de ordem legal e também pelo respeito que tenho pelas vozes das ruas do Brasil. O país está parado, esperando por mudanças e o Senado não pode se omitir dessa responsabilidade”, concluiu.

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Voto pelo impeachment por razões de ordem legal, diz Agripino durante sessão que analisa afastamento de Dilma Rousseff  

Durante a sessão, nesta terça-feira (9), que analisa o prosseguimento do processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff, o presidente nacional do Democratas, José Agripino (RN), rechaçou argumentos de que “se trata de um golpe” e disse que votará pelo afastamento por funções de ordem legal. “Golpe é quando temos tanques nas ruas, aviões voando. O que temos aqui é a constituição brasileira sendo seguida à risca”, ressaltou. “Vou votar a favor do impeachment em função de ordem legal e também pelo respeito que tenho pelo sentimento das vozes das ruas do Brasil”, acrescentou.

 

Em relação às alegações do PT de que o pedido de afastamento não foi discutido à exaustão, Agripino lembrou que foram nove meses e meio de análise, “até roteiro foi feito para que nada saísse da legalidade, tudo foi seguido à risca pelo que prevê a Constituição Federal”. “Muitas dúvidas regimentais surgiram. Algumas foram parar no Supremo Tribunal Federal, que de pronto se manifestou”, lembrou.

 

O parlamentar pelo Rio Grande do Norte disse ainda que, ao contrário do que alegam os aliados de Dilma Rousseff, o Senado não “celebra” um momento político delicado como esse. “Pedido de impeachment é uma coisa muito séria. Esse é um dos momentos mais graves que estou presenciando em toda minha vida parlamentar. Estamos decidindo o mandato de uma presidente da República que foi eleita, sim, mas que também cometeu delitos, sim”, explicou.

 

Agripino pediu cautela aos parlamentares em suas afirmações de golpe para que declarações como essas não tragam consequências negativas para o Brasil no cenário internacional. “Temos que agir com moderação para que o Brasil não perca seu status de país democrático, para que continue sendo visto como um país que preza pela democracia”, destacou. Ainda de acordo com o presidente do DEM, não há dúvidas de que Dilma Rousseff cometeu crime de responsabilidade e que descumpriu a Lei de Responsabilidade Fiscal.

 

“A presidente afastada baixou decreto de suplementação sem pedir autorização para o Congresso. É como se o Congresso não existisse, como se a lei não existisse para ser cumprida”, criticou o parlamentar potiguar. “Foi por causa de ações como essa e de outras, como o descumprimento evidente da Lei de Responsabilidade Fiscal, que levaram o país ao caos econômico que está vivendo”, continuou. “O Brasil está parado esperando  mudanças”, concluiu.

 

Foto: Mariana Di Pietro 

Impeachment: Fátima declara que não compactua com golpe


Ao se posicionar contra o impeachment da presidenta Dilma Rousseff durante a sessão de pronúncia do impeachment do Senado, a senadora Fátima Bezerra disse que não compactua com golpe. Para ela, o relatório do senador Antonio Anastasia, que pede o afastamento da presidenta Dilma Rousseff, é fraudulento,  já que, em quase três meses de trabalho da comissão, a acusação não conseguiu provar que a presidenta tenha cometido crime algum que justifique seu afastamento. “Não adianta quererem nos censurar, retirando das notas taquigráficas as palavras infâmia, fraude, porque diante da falta de embasamento jurídico de comprovação de crime de responsabilidade por parte da Presidenta Dilma, é, sim, um relatório fraudulento este apresentado pelo senador Anastasia!”, disse.

Para a Fátima, as chamadas pedaladas fiscais e os decretos de crédito suplementar não passam de artifícios utilizados por aqueles que procuram um atalho para efetivar o golpe e implantar um novo projeto de governo, que já foi rejeitado quatro vezes nas urnas. “Esse não é só um golpe contra a Presidenta Dilma, contra a Constituição e contra a democracia. Trata-se também da imposição de uma agenda para confiscar direitos dos trabalhadores, conquistados desde a Era Vargas, passando pela Constituição cidadã e pelos governos Lula e Dilma!”, afirmou

Fátima lembrou que, se efetivado, o golpe jogará o país em um longo período de autoritarismo e de perda de direitos dos trabalhadores. “Antes mesmo da certeza do poder, já colocam em curso o projeto de dilapidação do patrimônio público, por meio das privatizações feitas de forma açodada e irresponsável, e da entrega do nosso pré-sal, tão importante para garantirmos a continuidade das metas do precioso Plano Nacional de Educação, pelo qual tanto lutamos!”, lembrou. Ela lembrou também as reformas previdenciária e trabalhista, já anunciadas, que devem alterar a jornada de trabalho, aumentar limite de idade e tempo de contribuição para aposentadoria, entre outras perdas.

Para a senadora é, no mínimo, uma injustiça o fato de a presidenta Dilma, contra quem não há nenhuma denúncia de envolvimento em crimes, estar sendo afastada do cargo para, em seu lugar, ser colocado alguém que tem seu nome envolvido em várias delações no âmbito da Lava Jato, como é o caso do presidente interino. “Enquanto  Dilma está sendo afastada por ter atrasado repasses, para bancos públicos, de subvenções dadas a agricultores para impulsionar a economia no país e, por fazer adequações orçamentárias para cumprir compromissos especialmente com programas sociais, o presidente que usurpou sua cadeira e vários membros de sua equipe têm seus nomes envolvidos em delações ocorridas nas investigações da Lava Jato.

No último final de semana, a revista Veja divulgou a notícia de que o presidente interino, Michel Temer, teria pedido "apoio financeiro" da Odebrecht para o PMDB e que a empresa teria repassado R$ 10 milhões em dinheiro vivo a integrantes do partido nas eleições de 2014. Além disso, a matéria traz a informação de que a campanha do hoje ministro das Relações Exteriores, José Serra (PSDB-SP), à Presidência da República, em 2010, recebeu R$ 23 milhões da empreiteira via caixa dois.

“É uma blindagem vergonhosa, que escancara o que temos dito, que o impeachment é também para sepultar investigações!”, salientou.

Entidades discutem com o MPF de Souza a limpeza do Rio Aguiar  

Na tarde desta segunda-feira (08), representantes do Comitê da Bacia Hidrográfica do Piancó-Piranhas-Açu se reuniram com o Procurador do Ministério Público Federal de Souza (PB), Dr. Tiago Misael de Jesus Martins. Além de José Procópio de Lucena, representaram o CBH-PPA seu secretário Hermano Oliveira Rolim e Emídio Gonçalves, coordenador do Centro de Apoio ao Comitê.

 

O DNOCS participou também da reunião, através do seu coordenador, Avanir Ponce Braga. O objetivo da reunião foi tratar do termo de execução descentralizada entre a Agência Nacional de Águas e o DNOCS, para a limpeza do Rio Aguiar-Piancó-Piranhas-Açu até a dívida dos Estados da Paraíba e Rio Grande do Norte.

Em SP, Rogério Marinho e FHC participam de uma das maiores feiras varejistas do Brasil  

São Paulo (SP) sedia entre esta segunda (08) e a próxima quarta-feira (10) o Encontro Nacional da Cadeia do Abastecimento (ENACAB), que inclui também a 36ª Convenção da Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores (ABAD) do Canal Indireto. Esta é considerada uma das maiores feiras de negócios do país. A abertura do evento contou com a presença do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e do deputado federal Rogério Marinho (PSDB), presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Comércio, Serviços e Empreendedorismo (CSE).

 

“A Frente foi criada para que este setor tão importante para a economia do nosso país tivesse voz e representatividade. Este tem sido o nosso objetivo, contra o aumento de impostos e a favor de bandeiras como o da Lei do Trabalho Intermitente, que vai reduzir o desemprego no país”, disse Rogério. A Frente CSE conta hoje com quase 300 membros, entre deputados e senadores, sendo uma das maiores do Congresso Nacional, e foi criada com o objetivo de organizar uma força legislativa para auxiliar na formulação de diretrizes que apoiem o setor.

 

A primeira palestra do ENACAB, que ocorre no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center, ficou sob a responsabilidade do próprio FHC, que abordou o “Desenvolvimento Socioeconômico do Brasil”. Também esteve presente o governador do Espírito Santo, Paulo Hartung.

 

O evento realizado pela ABAD reúne representantes da indústria, agentes de distribuição e varejistas. A feira que integra o Enacab contará com a presença de aproximadamente 150 fornecedores de produtos, serviços e equipamentos. A expectativa é gerar mais de R$ 20 bilhões em negócios e receber cerca de 30 mil visitantes.

Presidente do Comitê de Bacias visita obras de implantação do Sistema de Abastecimento em Mãe D’Água  

O articulador estadual do Seapac e presidente do comitê da bacia Hidrográfica do Piancó-Piranhas-Açu, Engº Agrº José Procópio de Lucena, visitou nesta segunda-feira (08) as ações de implantação do Sistema de Abastecimento D’água da comunidade Mãe D'Água, na zona rural do município de Coremas\PB. 

 

Na oportunidade, o comitê conversou com moradores e a equipe de campo da CAGEPA e identificou que varias moradias continuam sendo abastecimento por carro pipa gerenciado pela prefeitura, e outras residências já possuem ligações realizadas pela CAGEPA. Os serviços das interligações residenciais ao sistema de abastecimento continuam numa boa parceria entre os moradores e a CAGEPA.

 

Identificamos que a comunidade e a CAGEPA estão dialogando e tomando decisões em conjunto. Se a parceria comunidade e CAGEPA se mantiverem sem nenhuma interrupção a previsão de conclusão dos serviços a fim de atender o consumo humano da comunidade é de 08 a 10 dias”, destacou Procópio.

 

Na oportunidade, o comitê também, visitou a tomada d’água do Açude Mãe D’água para verificar in loco os trabalhos de adequações e melhoria dos barrilletes, que visa liberar água para o Rio Aguiar, e daí para o Rio Piancó-Piranhas-Açu, com o objetivo de  abastecer as populações de 26 municípios da PB e 04 do RN, aproximadamente 400 mil pessoas, após o açude Curemas atingir o seu volume morto.

 

Na visita constatamos que os serviços de remoção de registros e implantação de válvula, curvas, tubos de 800 mm, outros serviços e obras estão sendo executados pela CAERN, através da empresa AGASPAR. A previsão para conclusão destes serviços e obras se os trabalhos continuarem no ritmo atual é 25 deste mês de agosto”, finalizou.

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Agripino cumpre compromisso com o RN e apresenta projetos de lei para combate à violência  

Cumprindo o compromisso que assumiu na última semana com o Rio Grande do Norte, o senador José Agripino apresentou nesta segunda-feira (8) dois projetos de lei que ajudarão no combate à violência nos estados e municípios de todo o Brasil. O primeiro, o PLS 304/2016, muda a distribuição do Fundo Nacional Antidrogas (Funad) e destina aos municípios 70% dos recursos do fundo, levando em conta o critério proporcional do Fundo de Participação dos Municípios.

 

Na prática, cidades com maior número de habitantes receberiam uma quantia maior de recursos para serem aplicados na prevenção e combate ao tráfico de drogas. “Esse fundo já existe e é administrado pela União, mas o tráfico de drogas está nos municípios, que não têm recursos para combater esse crime. Os municípios são unidades da Federação que estão hoje quebrados e convivem com a consequência do tráfico, como homicídios, entre outros”, destacou Agripino durante discurso na tribuna do Senado.

 

O segundo projeto de lei apresentado hoje pelo senador altera as regras de distribuição do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen), hoje também comandado pela União. Pela matéria, o fundo passa a ser gerido por um conselho gestor e os estados que declararem situação de calamidade pública ou emergencial, como ocorreu em várias regiões do Rio Grande do Norte, receberão recursos desse fundo para serem aplicados na manutenção da ordem pública.

 

“Meu estado sofreu ataques sistemáticos de bandidos que, sob o comando de uma organização criminosa, sediada em presídios, promoveu a desordem na capital e no interior. Queimaram prédios públicos, estações de rádio e comunicação, enfim, a intranquilidade tomou conta e atingiu diretamente o trabalhador do meu estado, o homem de bem que luta pelo sustento de sua família”, destacou Agripino. “Com esses projetos, estou dando minha contribuição para que o banditismo, que ocorreu no meu estado e em vários estados do Brasil, seja combatido”, acrescentou.

 

Foto: Mariana Di Pietro 

Fátima: Temer teme delações premiadas da Operação Lava Jato

A senadora Fátima Bezerra afirmou, nesta segunda-feira (8), que a pressa na conclusão do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff pelo consórcio golpista, não é movido por conta da viagem do presidente interino Michel Temer para a China, em setembro, conforme alegado pelo governo provisório. Na verdade, o motivo principal, como alertou Fátima, é o medo das delações premiadas de executivos da Odebrecht, envolvendo vários nomes da equipe do atual governo, incluindo o do próprio presidente.

 
No último final de semana, a revista Veja divulgou a notícia de que o presidente interino, Michel Temer, teria pedido "apoio financeiro" da Odebrecht para o PMDB e que a empresa teria repassado R$ 10 milhões em dinheiro vivo a integrantes do partido nas eleições de 2014. Além disso, a matéria traz a informação de que a campanha do hoje ministro das Relações Exteriores, José Serra (PSDB-SP), à Presidência da República, em 2010, recebeu R$ 23 milhões da empreiteira via caixa dois.
 

“Ficou claro que a pressa em abreviar o processo de impeachment não tem nada a ver com a viagem à China. Na verdade, a pressa se deve à operação Lava Jato. A pressa se deve ao medo que o presidente golpista e interino tem de que novas delações o envolvam”, declarou Fátima.

sábado, 6 de agosto de 2016

Com presença de Rogério Marinho, PSDB confirma candidaturas em Serra Negra  

O deputado Rogério Marinho  participou da convenção do PSDB em Serra Negra do Norte, onde uma multidão foi até o Clube Ibiúna para prestigiar a confirmação da candidatura de Serginho Fernandes. Ao agora candidato, Rogério relembrou sua história dentro do partido, onde se destacou como uma liderança nacional da juventude tucana.

Coragem pra mudar: Batata oficializa candidatura a prefeito de Caicó diante de 2 mil pessoas

O Clube Pingo D’água ficou pequeno para receber os filiados e correligionários do PSDB em Caicó, durante convenção realizada nesta sexta-feira (05), quando o vereador Batata Araújo oficializou sua candidatura a prefeito da cidade. O deputado federal Rogério Marinho, presidente de honra do PSDB no Rio Grande do Norte, e o deputado estadual Gustavo Carvalho (PSDB), estiveram presentes no evento.

 

O ato reuniu cerca de duas mil pessoas e foi marcado por críticas ao “retrocesso vivido por Caicó nos últimos 40 anos”, período que a cidade foi administrada por dois sistemas políticos que se revezaram no poder. “Já é chegada a hora da mudança e da libertação das amarras que prenderam o povo de Caicó”, disse Batata.

 

Para o deputado federal Rogério Marinho, o município “espera por mudanças”, e o nome de Batata é o “único que representa verdadeiramente a vontade da população por dias diferentes, por um governo realmente novo e disposto a fazer de Caicó novamente uma referência no Estado”.

 

Os partidos que integram a coligação “Coragem Pra Mudar Caicó” são PSDB, PP, PRB, Solidariedade, PSDC, PRP, PTC, Livres e Rede Sustentabilidade. O candidato a vice-prefeito na chapa é Marcos do Manhoso. O evento também homologou dezenas de candidaturas a vereador.

Senador José Agripino participa da convenção em João Câmara

O senador José Agripino, presidente nacional do Democratas, participou agora à noite da convenção municipal em João Câmara. O evento, que contou com a presença de moradores e lideranças políticas, homologou os nomes de Maurício Caetano (Democratas) para prefeito e Holderlin Silva (PTN) para vice. 

sexta-feira, 5 de agosto de 2016

PHS DECIDE APOIAR KELPS E MAGNÓLIA EM NATAL.

O Partido Humanista da Solidariedade (PHS) anunciou há poucos instantes, através de seu presidente, Leandro Prudêncio, o apoio ao projeto de Kelps e Magnólia na direção da Prefeitura de Natal.

A convenção do partido ocorreu na tarde desta sexta-feira, 5 de agosto, no Plenarinho da Assembleia Legislativa.

Kelps exaltou a qualidade do apoio do PHS ao projeto do Solidariedade: é um partido organizado, conta com um deputado estadual, e terá 42 candidatos a vereador de Natal. Veio para somar ao nosso sonho de tirar a cidade da era analógica e levá-la ao mundo digital.

Rafael Motta: "Projeto de renovação política de Natal fica mais forte com a união do PSB e do SOLIDARIEDADE"

Presidente estadual do PSB no Rio Grande do Norte, o deputado federal Rafael Motta participou na noite desta quinta-feira (4) da convenção do partido que homologou as candidaturas a vereador em Natal. O evento marcou também a confirmação do apoio pessebista ao nome do deputado estadual Kelps Lima (SOLIDARIEDADE) para prefeito da Capital. Segundo Rafael Motta, o projeto construído pela sigla para Natal vai continuar por meio das mãos de Kelps e dos candidatos a vereador do PSB.

"O projeto que construímos ouvindo as universidades e as lideranças e também buscando experiências exitosas em outras capitais brasileiras administradas pelo PSB não será deixado de lado. Na verdade, ele vai continuar pelas mãos de Kelps e dos nossos candidatos a vereador. Assim como o projeto de renovação política de Natal, que fica mais forte com a união do PSB e do SOLIDARIEDADE", afirmou Rafael Motta.

Realizada no Albatroz, a convenção do PSB Natal teve a presença, além de Kelps Lima, do deputado estadual Ricardo Motta (PSB); do presidente da Câmara Municipal de Natal, Franklin Capistrano (PSB); dos vereadores Paulinho Freire (SDD), Eudiane Macedo (SDD) e Klaus Araujo (SDD); do prefeito de Bento Fernandes, Ivanildo Fernandes (PSB); do presidente municipal da sigla, Araken Farias, e de filiados e candidatos pessebistas a vereador em Natal. 

"O PSB terá posição de destaque em Natal e no interior do Estado. Todos vocês fazem parte da história de crescimento e fortalecimento do partido, levando a nossa bandeira de casa em casa, discutindo os problemas de uma Natal que já cansou do comparativo com a gestão passada. Então, vamos a luta, vamos mostrar que é possível fazer mais pela nossa Capital", afirmou Rafael Motta.

Em Natal, Agripino participa de convenção que homologou nome de Carlos Eduardo para prefeito

Após participar da convenção em Currais Novos, nesta quinta-feira (4), o senador José Agripino, que também é presidente nacional do Democratas, participou da convenção em Natal que homologou os nomes de Carlos Eduardo Alves e Álvaro Dias para prefeito e vice da capital, respectivamente. 

“Carlos Eduardo está mais interessado na campanha de 2018 do que em administrar Natal”, diz Rogério na convenção do PSDB  

Uma multidão participou da convenção municipal do PSDB nesta quinta-feira (04), que oficializou a candidatura da deputada estadual Márcia Maia a prefeita de Natal. Na oportunidade, também foram confirmadas 120 candidaturas a vereador, na coligação denominada “A favor de Natal”, que conta, além do PSDB, com o PEN, o PMB e o PTdoB. O candidato a vice-prefeito da chapa é o advogado Luís Gomes, presidente estadual do PEN. O evento ocorreu no Centro Municipal de Referência em Educação Aluízio Alves (Cemure), no bairro de Cidade da Esperança.

 

Presidente de honra do PSDB no Rio Grande do Norte, o deputado federal Rogério Marinho criticou o prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT). Segundo o tucano, o atual gestor e candidato a reeleição “está mais interessado na campanha de 2018 do que em administrar Natal”.

 

Rogério abordou ainda os dias de terror que estão sendo enfrentados pelos potiguares desde a semana passada, com a realização de seguidos atentados criminosos em diversas cidades, principalmente na capital potiguar. “Nossa cidade esta sob ataque do crime organizado e a segurança pública não é responsabilidade apenas de governo federal ou estadual, também é da Prefeitura”, cobrou.

 

O deputado federal relembrou o fato do presídio de Alcaçuz ter sido construído durante a gestão de Carlos Eduardo na Secretaria de Justiça e Cidadania do Estado. “Sempre me questionava quem teria sido o ser iluminado que tinha tido a brilhante ideia de construir uma penitenciária em cima de dunas. Quem teria sido esse ser que construiu um presídio onde basta cavar um buraco com as mãos para fugir, porque está sob areia? Esse ser foi Carlos Eduardo, que não conhece de administração pública, não sabe nada de engenharia, não entende de segurança pública e hostiliza a Polícia Civil e Militar”.

 

Candidata a prefeita pelo PSDB, a deputada Márcia Maia também criticou a postura do prefeito Carlos Eduardo. “Nossa cidade não merece ser usada por quem acredita que a vida do cidadão pode servir de trampolim para um projeto pessoal. Natal não tem um dono. Natal é do natalense”, disse.

 

Estiveram presentes na convenção do PSDB o presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira de Souza, os deputados estaduais Gustavo Carvalho, Raimundo Fernandes e Carlos Augusto Maia, além da ex-governadora Wilma de Faria, que oficializou sua candidatura a vereadora pelo PTdoB. Os vereadores Dickson Nasser Júnior e Aroldo Alves também marcaram presença, assim como o presidente estadual do PSDB, Valério Marinho.

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Senador José Agripino participa de convenção em Currais Novos

O presidente nacional do Democratas, José Agripino, participou nesta quinta-feira (4) da convenção municipal do partido que homologou os nomes de Carlson Gomes para prefeito e André Gustavo para vice de Currais Novos. Os dois são do Democratas. 

O evento, que reuniu moradores e lideranças políticas, ocorreu na Associação dos Municípios do Seridó Oriental (AMSO). Além de Agripino, estiveram presentes o deputado federal Felipe Maia, o deputado estadual Tomba Farias, o ex-prefeito de Carnaúba dos Dantas, Valdenor Araújo, e os vereadores Eduardo Pontes e Adailson Pereira. 

Ezequiel afirma que Natal pode mais com Márcia Maia e Luiz Gomes, prefeita e vice de Natal 

deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa, participou nesta quinta-feira (4) da homologação da chapa Márcia Maia (PSDB), prefeita e Luiz Gomes (PEN), vice, para a disputa pela prefeitura de Natal. A convenção lotou o auditório do Cemure, na Cidade da Esperança, e contou com a participação das principais lideranças do partido e de mais três agremiações que compõe a aliança: PMB, PTdoB e PEN.

“Márcia Maia merece nosso respeito e carinho. Seu trabalho à frente da secretaria de assistência social é reconhecido por todos no Estado. E quando atuou aqui em Natal cuidou dos mais carentes com zelo e respeito. Assim como vem fazendo um atuante trabalho há cinco mandatos na Assembleia Legislativa, ela fará muito mais por Natal, como prefeita da capital, porque Natal merece mais”, discursou Ezequiel Ferreira de Souza.

A coligação proporcional formada por PSDB e PTdoB conta com 38 candidatos, tendo a ex-governadora Wilma de Faria, presente no evento, como uma das candidatas ao legislativo natalense. A convenção ainda teve a participação do presidente estadual do PSDB, Valério Marinho e dos deputados Raimundo Fernandes e Gustavo Carvalho, entre outras lideranças.
O deputado federal Rogério Marinho, presidente de honra do partido, ressaltou a candidatura própria da legenda para a Prefeitura de Natal. “Dessa vez, é a deputada estadual Márcia Maia que vai ser a cara do partido nas eleições”, reforçou.

A parlamentar recém-filiada ao partido, disse que dará sua contribuição para esse processo democrático. “O atual prefeito entra na disputa pedindo que Natal tenha a paciência de suportar mais um mandato seu - um quarto mandato. Natal agora terá opção.  Vamos fazer Natal avançar, inovar, ser uma capital forte, ocupar seu lugar de destaque nacional e internacional, como já fomos. Natal pode mais. Pode muito mais”, disse Márcia Maia, acrescentando que a cidade não merece ser usada por quem acredita que a vida do cidadão pode servir de trampolim para um projeto pessoal. “Natal não tem um dono. Natal é do natalense”, afirmou.

Márcia Maia está no quinto mandato de deputada estadual e já foi secretária de Trabalho e Assistência Social do município de Natal e do Estado do Rio Grande do Norte durante a gestão da sua mãe, Wilma de Faria.

Senadores denunciam censura na Comissão Especial do Impeachment

Os parlamentares contrários ao impeachment da presidenta Dilma Rousseff por considerarem que ela não praticou crime de responsabilidade repudiaram, nesta quinta-feira (04), a censura por parte do presidente da Comissão Especial do Impeachment, Raimundo Lira, que retirou das notas taquigráficas expressões utilizadas pelos parlamentares para denunciar o golpe em curso no país. A discussão começou após encaminhamento de voto da senadora Fátima Bezerra, contrário ao relatório do senador Antonio Anastasia, por considera-lo uma fraude. 

Para a senadora, o regimento do senado Federal nunca pode ser maior que a constituição Federal. “O artigo 53 da carta magna do país determina que os deputados e senadores são invioláveis, civil e penalmente, por quaisquer de suas opiniões, palavras e votos. Portanto, eu tenho direito de dar minha opinião, de conteúdo político. Isto não pode ser retirado de notas taquigráfica nenhuma porque é documento que vai ficar para a história. Minha opinião não é pessoal em relação ao relator. Estou expressando uma opinião do ponto de vista político sobre o relatório produzido por ele e tenho direito que isso fique registrado nos anais da casa”, afirmou. 

Mesmo após as manifestações dos senadores, o presidente da Comissão manteve sua decisão de censurar os pronunciamentos dos parlamentares.

Lula mostrou desrespeito à população de Natal, diz Rogério Marinho  

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi a Natal na terça-feira (2) e, em seu discurso, buscou se colocar acima da lei e não mostrou solidariedade à população da capital do Rio Grande do Norte, que vive um forte clima de insegurança como resultado de ações do crime organizado deflagradas nos últimos dias. A avaliação é do deputado federal Rogério Marinho (PSDB), eleito para a Câmara como o mais votado da capital potiguar em 2014.

 

Rogério afirmou que o discurso de Lula é “absolutamente inconsistente” e que as acusações contra o petista em curso na Lava Jato são apenas a “apenas a ponta do iceberg” do que vem pela frente. “O Lula está fazendo o papel de líder de um partido que perdeu o discurso, então ele precisa, de alguma forma, tentar pregar para os convertidos para justificar o injustificável. Lula se comporta como se nada tivesse acontecendo, como se ele não fosse réu de um processo de obstrução da Justiça, como se não tivesse sido citado por diversos delatores em malversação de recursos públicos, como se o partido e o projeto de poder que ele participava estivesse desmoronando pela sua inconsistência e equívocos”, destacou o parlamentar.

 

O tucano criticou ainda o fato de o ex-presidente ignorar uma delicada situação de segurança pública vivida em Natal nos últimos dias. “Lula foi a Natal num momento em que a cidade está há seis dias vítima de violência cometida pelo crime organizado e não falou a respeito do tema, não se preocupou com o assunto que, em última instância, é culpa dos governos do PT. A partir da entrada do PT no poder, o crime organizado teve uma escalada pela falta de políticas públicas. No entanto, foi para lá para defender o seu partido e a ele mesmo, mas ignorou uma situação que a cidade estava vivendo. Quer dizer, foi fazer uma festa, como se ele não tivesse responsabilidade sobre o problema”, atacou.

 

O deputado disse ainda que o ex-presidente deveria se preocupar em responder às acusações que pesam contra ele e seu partido. “É o que ele deveria fazer, ao invés de estar se desgastando em eventos pelo país afora, negando evidências e situações que, na verdade, constrangem toda a população brasileira”, disse o tucano, criticando ainda a denúncia feita pela defesa de Lula à ONU, alegando o petista ser vítima de perseguição pela Operação Lava Jato.

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Inovação: UFRN ocupa 3º lugar em ranking nacional de registros de patentes 

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) é a terceira colocada entre 557 instituições de todo o Brasil que registraram novos programas de computador em 2015 no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), órgão que reconhece a propriedade intelectual dos inventores, atesta o ineditismo e a aplicabilidade industrial dos inventos desenvolvidos no país. No ranking dos depositantes das patentes de invenção em geral, a UFRN se destaca em 11º lugar entre 1.045 instituições e mais de 4 mil depósitos de patentes no ano passado. Os dados foram divulgados no Boletim Mensal de Propriedade Industrial do INPI, no último mês de maio, que apresentou o Ranking dos Depositantes Residentes 2015.

“A universidade está no TOP 50 das universidades, instituições de pesquisa, empresas nacionais e multinacionais que investem em inovação no Brasil. Essa colocação representa uma vitória para a comunidade acadêmica da UFRN e reconhece o seu esforço em inovar, transformando conhecimento em valor”, ressalta o pró-reitor de Pesquisa da instituição, Válter José Fernandes Júnior.

Para a reitora da instituição, Angela Maria Paiva Cruz, a avaliação retrata o empenho em fortalecer a estrutura do Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) da UFRN. “Qualificamos o pessoal técnico, organizamos a infraestrutura e estimulamos os pesquisadores e estudantes para transformar conhecimento em processos e produtos que sejam aplicáveis no futuro para a solução de questões tecnológicas e sociais. É a missão da universidade se cumprindo”, comemora.

A UFRN solicitou 20 depósitos de programas de computador e 28 depósitos de patentes de invenção em 2015, o que representa 1,2% e 0,6% do total, respectivamente. Atualmente, a instituição tem mais de 135 pedidos de patente junto ao INPI, o que representa um crescimento de 397% na área de inovação institucional.

Fátima: relatório do senador Anastasia é fraudulento

Durante sua participação na Comissão Especial do Impeachment, nesta quarta-feira (03, a senadora Fátima Bezerra afirmou que o relator, senador Antonio Anastasia, do PSDB, quer punir a presidente Dilma por atos corriqueiros. “Não há crime de responsabilidade e, se não há crime, é golpe”, reiterou a senadora.

Fátima lembrou que, o próprio relator praticou atos semelhantes aos quais a presidenta Dilma está sendo condenada em seu relatório quando foi governador de Minas Gerais. “O senador Anastasia é um homem cordial e preparado. Mas, eu lamento que o senhor vai passar para a história como um relator carrasco. Seu relatório é fraudulento”. Ela lamentou também que o PSDB não tenha sabido reconhecer a derrota nas urnas, manchando sua história, ao tentar retirar do poder, por meios antidemocráticos, uma presidenta eleita com mais de 54 milhões de votos. “Este Senado está tentando condenar uma inocente, sem provas, sem base legal e, portanto, está cometendo um atentado contra a Democracia, contra a nossa Constituição”, disse.

Fátima criticou também a pressa dos golpistas em antecipar o processo final do impeachment, previsto para ocorrer no final de agosto. “O presidente interino tem pressa em fazer este processo andar e medo que o também golpista Eduardo Cunha abra a boca e fale o que sabe sobre os podres de setores do PMDB, de Michel Temer e dos outros capitães do golpe”, afirmou.

A senadora afirmou ainda que lutará até o fim contra o processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff. “O golpe revela o desprezo que as elites têm pela democracia e que não querem abrir mãos de privilégios. O golpe também traduz uma agenda brutal de retrocessos sociais, com ataques aos direitos sociais e trabalhistas. Mas, nós vamos continuar resistindo até o fim, somos filhos da luta e da democracia. Não ao golpe! ”, concluiu.

Alunos da Turquia conhecem interiorização da Medicina na UFRN em Caicó

comitiva de três professores e 14 alunos dos cursos de Medicina e Enfermagem da Universidade de Istambul (Turquia) cumpre nesta quarta e quinta-feira, 3 e 4, atividades acadêmicas na Escola Multicampi de Ciências Médicas (EMCM) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), em Caicó.
Recebidos com um café da manhã ofertado pela Escola, todos assistiram à palestra do diretor do EMCM, George Dantas, sobre acessibilidade à formação médica por meio da interiorização do ensino da Medicina, pela UFRN, em regiões fora dos centros urbanos do estado.  À tarde, a comitiva turca conheceu as práticas de atendimento à saúde básica de populações carentes do Seridó e de regiões do entorno. Uma apresentação sobre Educação Comunitária fechou, no final da tarde, a programação do dia.
 A visita do grupo à Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCS), por duas semanas, e à UFRN, faz parte da política de extensão e intercâmbio desenvolvida pelo Grupo Coimbra de Universidades Brasileiras (GCUB), presidido por Ângela Maria Paiva Cruz, reitora da UFRN. De caráter público, a Universidade de Istambul tem cerca de 80 mil alunos. Mantém em seus currículos atividades acadêmicas de mobilidade nacional e internacional.

“Brasil está virando página de modelo econômico fracassado”, diz Rogério Marinho 

afastamento de Dilma Rousseff da Presidência da República pode ser vista como o início do processo de recuperação da economia brasileira. Essa é a opinião de alguns especialistas que, depois da mudança de governo, já falam em “luz no fim do túnel” e usam um tom mais otimista nas previsões para o futuro da economia do país.

Segundo matéria publicada esta semana pelo jornal Folha de S. Paulo, uma pesquisa feita com analistas de cem multinacionais em operação no Brasil registrou 52% de comentários positivos a respeito da recuperação da confiança no mercado como um todo. No ano passado, esse número era de 22%.

O deputado federal Rogério Marinho (PSDB) atribui a volta do otimismo dos analistas ao afastamento de Dilma e à esperança de mudança do modelo econômico adotado na gestão da petista.

“A economia se move além de ações práticas. Se move também por expectativas. A perspectiva é que ao final agosto nós já tenhamos concluído o processo de impeachment. Isso significa na cabeça das pessoas que enxergam a economia que nós estamos virando a página desse modelo econômico fracassado que quebrou o país com uma intervenção excessiva do Estado, com o aparelhamento político, com o paternalismo e a corrupção desenfreada”, afirmou o tucano.

Pela 18ª vez consecutiva, Agripino é eleito um dos “Cabeças do Congresso” 

Pela 18ª vez consecutiva, o presidente nacional do Democratas, José Agripino (RN), foi eleito um dos cem parlamentares mais influentes do Congresso, segundo pesquisa divulgada nesta quarta-feira (3) pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap). O estudo, também conhecido como “Cabeças do Congresso”, é realizado todos os anos e levou  em conta parlamentares no exercício do mandato entre fevereiro e julho de 2016.

José Agripino se destacou, mais uma vez, na categoria debatedor. São quase vinte anos sendo indicado consecutivamente um dos parlamentares mais influentes. Do Democratas, também foram escolhidos o líder do partido no Senado, Ronaldo Caiado (GO), e os deputados Efraim Filho (PB), José Carlos Aleluia (BA), Onyx Lorenzoni (RS) e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (RJ). 

Segundo o Diap, os “Cabeças” do Congresso Nacional referem-se a parlamentares que conseguem se diferenciar por características como: ser protagonista do processo legislativo; ter capacidade de conduzir debates, negociações, votações, articulações e formulações, entre outros. “É o parlamentar que, isoladamente ou em conjunto com outras forças, é capaz de criar seu papel e o contexto para desempenhá-lo”, diz a pesquisa.

Do Rio Grande do Norte, além de Agripino, também foi apontada como um dos “Cabeças do Congresso” a senadora Fátima Bezerra (PT).
Foto: Mariana Di Pietro

Mineiro tem “história pautada na ética”, diz Fátima em convenção 

A senadora Fátima Bezerra participou na noite desta terça-feira (02), da convenção do PT que homologou a candidatura do deputado estadual Fernando Mineiro a prefeito de Natal. Em sua fala, Fátima ressaltou que Mineiro "é o melhor nome para disputar a prefeitura pela sua história pautada na ética, seriedade e compromisso com a coisa pública, pelo seu preparo, competência e vida limpa dedicada a Natal".

"Acho que o Mineiro merece uma oportunidade de provar que é possível governar uma cidade com mais respeito às pessoas, disse Lula.

Senadora lembrou o legado do governo Lula na educação do Brasil em especial do RN. "Aquilo que mais marcou o coração do povo do RN, dos homens e mulheres, da juventude, dos estudantes foi a revolução na educação com a expansão dos institutos federais. Saímos de duas para 21 unidades do IFRN espalhadas em todo o estado.

Senadora ressaltou ainda a expansão do ensino superior com destaque para criação de cursos de Medicina no interior do estado.

O presidente nacional do PT, Rui Falcão reafirmou que a campanha de Natal é prioridade para o partido a nível nacional.

Convenção também homologou as candidaturas a vereador e vereadora, bem como aliança com o PCdoB que indicou Carla Tatiane como candidata a vice-prefeita.

                                                                                         Foto: Lucas David Albino

Graças a manobras, abastecimento de cidades pelo Sistema Mãe D’Água pode chegar a março de 2017  

Em reunião na última sexta-feira (29) em João Pessoa (PB), coordenada pelo Comite da Bacia Hidrográfica do Piancó -Piranhas-Açu, várias entidades discutiram alternativas para garantir o abastecimento de mais de 400 mil pessoas, nos estados da Paraíba e do Rio Grande do Norte, através do Complexo Curemas-Mãe D’água. Participaram representantes da CAERN, CAGEPA, Secretarias de Recursos Hídricos dos dois Estados, Agência Nacional de águas, DNOCS, AESA, IGARN, SEAPAC, Ministério Público Estadual, dentre outros.

 

Com apenas 34 milhões de metros cúbicos d’água, o reservatório Curemas está praticamente em fase terminal, e a qualquer momento seu sistema de turbina, controlado pela Chesf podendo ser suspenso, já que na medida que o volume d’água do açude vai secando, a turbina começa a ter muitas vibrações e atritos, e pode ter que parar forçadamente pra não prejudicar o sistema, que é pra gerar energia com água. “Já foi anunciado que, independente de problema técnico, quando tiver com 28,5 milhões de metros cúbicos d’água, ele pára de qualquer jeito, não vai ter mais condições da turbina funcionar”, explicou José Procópio de Lucena, presidente do CBH-PPA.

 

Diante de analises mais profundas, a Agência Nacional de Águas chegou a conclusão que, através do Açude de Curemas, só será possível liberar água para o Rio Piancó-Piranhas-Açu até o dia 15 deste mês ou um pouco mais. Na reunião de sexta-feira, a alternativa encontrada foi deslocar a captação de água de Curemas para Mãe D´Água. Procópio explicou que todos os órgãos se colocaram a disposição para realizar os serviços necessários para a mudança. “A Caern já está levando tubulações de 800 mm, substituição de peças, é um trabalho caro que a Caern vai assumir, via Governo do Estado; a Cagepa vai contribuir nas orientações. O DNOCS já deu autorização para isso. A Comunidade Mãe D’Água também já está ciente desse trabalho na comporta, e esse sistema vai liberar 3 metros cúbicos por segundo”.

 

Como a água liberada de Mãe D’água chegará as cidades beneficiadas, através do Rio Aguiar, a discussão passou a ser a necessidade urgente de limpar o Rio, que encontrasse bastante poluído, com muita vegetação. A limpeza deverá ser realizada pelo DNOCS, graças a uma parceria com a ANA através de um Termo de Execução Descentralizado, com recursos da ordem de 1 milhão e 32 mil reais para fazer a limpeza do Rio Aguiar até a divisa com o RN.

 

“Pode acontecer um intervalo de que não tem água chegando à captação de Caicó. A previsão é de que o serviço esteja pronto entre 15 e 20 dias. Isso deve estar pronto no máximo em 30 dias. Se nós tivermos água até dia 15 vindo por Curemas, certamente precisaremos usar o Açude Itans por uns 15 dias, e esse sistema de Mãe D’Água estando resolvido, nós teremos água até aproximadamente março de 2017”, finalizou Procópio.

terça-feira, 2 de agosto de 2016

Após ataques criminosos no RN, Agripino decide apresentar projetos para mudar fundos de combate à violência

Devido aos mais de 80 ataques de violência praticados em diversos municípios do Rio Grande do Norte neste final de semana, o senador José Agripino decidiu apresentar dois projetos de lei para que recursos do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen) e do Fundo Nacional Antidrogas (Funad) sejam diretamente transferidos para estados e municípios, respectivamente, em caso de calamidade pública. Hoje, esses fundos são nacionais e o governo federal tem autonomia para contingenciar tais recursos.

 “Problema você resolve de forma permanente se tiver ação permanente. Destinar recursos de um fundo que existe para que penitenciárias possam ser providenciadas e o aparelho policial melhorado, aí, sim, teremos uma providência com eficácia real”, ressaltou Agripino. Em quatro dias, pelo menos 29 cidades do Rio Grande do Norte registraram 80 ataques criminosos contra bens públicos e incêndio a ônibus e prédios.

 “O RN está vivendo uma guerra aberta com o banditismo, com os facínoras, organizados nacionalmente. E grande parte do que está ocorrendo no meu estado é produto do tráfico de drogas, comandado de dentro das penitenciárias”, explicou. “Sentimos a dor da sociedade potiguar. Por isso, vou apresentar esses projetos, no menor espaço de tempo possível, para que possamos encaminhar uma solução real para este problema que aflige o povo potiguar”, acrescentou o senador, que também é presidente nacional do Democratas.

José Agripino voltou a colocar seu mandato à disposição para que o fim da violência no RN ocorra o mais breve possível. “Depredaram prédios públicos, ônibus, veículos da polícia, sedes de bancos e estatais, ou seja, promoveram a desordem, levando o povo do meu estado a uma natural inquietação. Liguei para o governador Robinson que, apesar de ser meu adversário político, tenho boas relações, e coloquei meu mandato à disposição para que possamos devolver ao norte-rio-grandense a paz que a população do meu estado merece”.

Foto: Mariana Di Pietro

Em artigo, Rogério dá “boas-vindas” a Lula: “Corrupto e incompetente, representa ascensão e queda do PT”

A vinda do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) a Natal nesta terça-feira (02) é o assunto do novo artigo do deputado federal Rogério Marinho (PSDB). Sob o título “Bem-vindo Lula”, o texto mostra que o líder petista “representa perfeitamente” a “ascensão e queda do PT. Corrupto e incompetente, ele e sua preposta levaram o Brasil à recessão, ao desemprego e à inflação”.
 Ainda de acordo com Rogério, foi sob domínio de Lula que o Brasil descobriu o maior roubo de sua história, com o Mensalão e o Petrolão. O tucano adianta que o ex-presidente deverá repetir em Natal o “mantra do golpe”, na esperança de que a repetição da mentira, essa “tese absurda chegue, no futuro, a ser ensinada nas escolas e propagada pela mídia”.

Rafael Motta apresenta requerimento solicitando recursos do Fundo Penitenciário para o RN



O deputado federal Rafael Motta (PSB) apresentou um requerimento na Câmara dos Deputados solicitando a liberação de recursos do Fundo Penitenciário (FUNPEN) para o Rio Grande do Norte. O FUNPEN possui um montante de R$ 2,7 bilhões para a construção de presídios e parte deste valor poderia ser utilizado para reduzir a crise existente hoje no sistema prisional do RN.


"A liberação de recursos financeiros para o Estado do Rio Grande do Norte visa melhorar as condições precárias da infraestrutura do Sistema Penitenciário que vem provocando uma situação de vulnerabilidade em todo o Estado", justificou o parlamentar, acrescentando que "a situação que estava grave tornou-se calamitosa como nunca vista antes" e o Rio Grande do Norte "atualmente é manchete em jornais do nacionais e internacionais devido aos constantes ataques com fogo a ônibus, carros e prédios públicos".



O Fundo Penitenciário Nacional foi criado pela Lei Complementar Nª 79, de 07 de janeiro de 1994. A matéria estabelece que o Governo Federal deve destinar recursos do Fundo para repasse aos Estados por meio de convênios e projetos, bem como estabelece que, obrigatoriamente, 50% do que é arrecadado com custas judiciais recolhidas em favor da União, em cada unidade da Federação, deve retornar para os respectivos Estados.

KELPS E MAGNÓLIA LOTARAM O CEMURE NA CONVENÇÃO DO SOLIDARIEDADE

O deputado Kelps e a atleta olímpica Magnolia Figueiredo foram confirmados na noite desta segunda-feira, 1 de agosto, candidatos a Prefeito e a vice-prefeita de Natal na convenção do partido Solidariedade e mais quatro partidos que formam a Coligação É Possivel Fazer Mais por Natal.
Além do Solidariedade, também fazem parte da Coligação os partidos PRTB, PRP, PMN e PTC.
A Convenção aconteceu no CEMURE da Avenida 9, vizinho à rodoviária, das 18h30min.

Convenção do PSDB em Natal será no auditório do Cemure, na Cidade da Esperança

A convenção do PSDB em Natal tem novo endereço. O evento será realizado na quinta-feira (04), no auditório do Centro Municipal de Referência em Educação Aluízio Alves (Cemure), na Cidade da Esperança. Na oportunidade, será oficializado o nome da deputada estadual Márcia Maia como candidata a prefeita da capital potiguar, e definida a a chapa para as vagas de vereador da cidade. A convenção começará às 14h com término previsto para às 18 horas.
Serviço
O quê: Convenção do PSDB em Natal
Quando: Quinta-feira (04/08/2016)
Horário: 14h às 18h

PMDB DE TIMBAÚBA DOS BATISTAS MARCA CONVENÇÃO PARA DIA 5

O Partido do movimento Democrático  Brasileiro (PMDB) de Timbaúba dos Batistas oficializou a data da sua convenção para o dia 5 de agosto, às 19:00, na escola municipal Paulino Batista de Araujo. O evento tem como objetivo homologar a candidatura própria a Prefeitura de Timbaúba, lançando da candidatura a releição  do atual prefeito Chilon Batista, além dos nomes que vão concorrer a Câmara Municipal.

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

PT terá candidato próprio a prefeito em Monte das Gameleiras


Senadora Fátima Bezerra participou de convenção em Monte das Gameleiras que homologou a candidatura do vereador Nicolau a prefeito pelo PT. A chapa majoritária também é composta por Bento Pontes (PR), que disputa a vaga de vice-prefeito.

"Não tenho a menor dúvida que a convenção deste domingo marca o início da caminhada que irá, se Deus quiser, ser vitoriosa para que possa ser implantado um novo tempo em Monte das Gameleiras com Nicolau prefeito e Bento vice", afirmou a senadora.

Fátima Bezerra ressaltou que o candidato a prefeito pelo PT é um "jovem idealista com visão de presente e futuro, um professor honrado e preparado para cuidar dos destinos da população de Monte das Gameleiras".